450_ostra32Desde o mês de Outubro uma ameaça grave assombra peixes e frutos do mar no País. A pretexto de reduzir os gastos com o seguro-defeso para os pescadores (que custa um salário mínimo por mês por pessoa), o Governo Federal suspendeu o defeso em algumas áreas para determinadas espécies. Ou seja, liberou a pesca mesmo em época de reprodução, quando os peixes devem ser protegidos. O governo argumenta que precisa fazer o recadastramento dos pescadores para evitar fraudes. Continue lendo

Anúncios