A busca pelo imóvel que melhor se adapta aos nossos gostos pessoais e, evidentemente, ao nosso bolso, é um momento de realizaçãos pessoal recheado de emoções, no entanto, devemos seguir na contramão das nossas emoções e avaliar cada proposta com total racionalidade.

Parece uma missão impossível mas não é. Com orientações simples é possível fazer uma boa escolha que refletirá em bem estar, economia de recursos naturais, energia elétrica e, consequentemente, dinheiro.

Vou relacionar alguns itens interessantes:

Observação do Sol:

Aqui no Hemisfério Sul, imóveis com a face voltada para norte são favorecidos com a incidência solar no inverno. Isso reflete no bem estar, saúde e economia de energia, pois reduz o consumo de energia e torna os ambientes saudáveis.

Imóveis com face voltada para Sul são mais frios por causa da baixa incidência solar. Conseqüentemente os ambientes se tornam insalubres e não é incomum a ocorrência de mofo e outros fungos.

Janelas voltadas à oeste recebem toda a radiação solar da tarde tornando o ambiente muito quente e, por vezes, gerando a necessidade da utilização de condicionadores de ar, ventiladores, circuladores de ar, sobretudo se esse ambiente for um dormitório.

Acordar com o brilho do sol da manhã em sua janela torna seu dia muito mais agradável, sendo assim, não há problemas que a janela do seu dormitório fique à leste.

Circulação de ar

 Observe se há circulação de ar por todas as dependências da casa, ou ainda, se a residência já for habitada, a existência de maus odores (o que é um indicador de ambientes não saudáveis).

 O ideal é que ar tenha condições de atravessar os ambientes retirando para fora do imóvel o ar quente e odores.

 Ambientes onde não há circulação de ar tendem ao aparecimento de mofo pelo acúmulo de umidade.

 Umidade

 Paredes com manchas de umidade na sua parte inferior são indicadores de que não houve a preocupação de fazer um isolamento da estrutura que está em contato com o solo. Dessa forma, a umidade do solo alcança o revestimento causando estufamento, manchas de umidade, entre outros danos. Para eliminar esse problema será necessário a retirada de todo revestimento e reboco para a aplicação de produtos para vedação o que envolve custos.

 Manchas de umidade no teto indicam a existência de fissuras na laje. Pode ser resolvido com a utilização de produtos para vedação específicos ou providenciando uma cobertura para a laje (telhado).

 Idade do Imóvel

 A vida útil de um imóvel gira em torno de 50 anos. Se foram feitas manutenções preventivas, esse prazo poderá ser estendido.

 Fissuras e rachaduras

 Observe se existem fissuras ou rachaduras nas paredes. Caso existam, é recomendável procurar um engenheiro para avaliar se oferecem risco à estrutura.

 Fissuras e rachaduras podem indicar movimentação do solo e, se esse for o caso, avalie com bastante critério a compra do imóvel.

 Riscos ambientais

 Verifique se a área onde o imóvel está não é em local de aterro ou se está situado em local de risco sujeito à desbarrancamentos ou inundações.

 Esses são apenas alguns dos fatores que devem ser considerados quando da compra do imóvel. Ele servirá de abrigo para você e sua família. Passamos muito tempo das nossas vidas dentro de casa e devemos ser bastante criteriosos na escolha não abrindo mão da qualidade de vida e da segurança.

 As questões ligadas à insolação e circulação de ar refletem diretamente salubridade do ambiente e na economia de energia que, por sua vez, refletem na sociedade como um todo.

Carlos Bernardino de Souza  – Radialista/Estudante de Arquitetura e Urbanismo