Evento acontece de 31 de agosto a 03 de setembro, em São Luis (MA) e deve receber mais de 2 mil pessoas

As chuvas mais intensas do inverno e as poucas que acontecem no verão seco do Estado do Maranhão atingem 1600 mm/ano de água. A quantidade é insuficiente para atender os diversos usos da população. Como “todos precisam viver”, no verso do poeta maranhense, João do Vale, 80% das cidades maranhenses abastecidas pela Companhia de Água e Esgotos do Maranhão (CAEMA)  e  a área rural se valem das águas subterrâneas para suprir suas necessidades. Para esclarecer e discutir as questões mais importantes referentes a este recurso natural, São Luis sedia o XVI Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas, o XVII Encontro Nacional de Perfuradores de Poços e a Feira Nacional da Água (FENÁGUA).

Com promoção da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (ABAS) e realização do Núcleo Ceará da ABAS, o evento será realizado de  31 de agosto a 03 de setembro de 2010, no Centro de Convenções Governador Pedro Neiva de Santana, tendo como tema central “Águas Subterrâneas: Patrimônio Natural da Humanidade”.  O Congresso visa promover debates e retirar conclusões para avançar estudos e pesquisas sobre a conservação e uso deste recurso hídrico, trazendo-o para o centro do debate de especialistas e da sociedade.

Entre os destaques do XVI Congresso estão a Conferência de Abertura, que será proferida pelo deputado federal (PV) e ex-ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho; e a participação do palestrante Fernando Almeida, ex-presidente executivo do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), que se falará na Conferência 2, no dia 2 de setembro, quinta-feira. O evento terá ainda nove mesas redondas, 12 palestras-debates, três conferências, além da apresentação de cerca de 180 trabalhos técnicos do Brasil e do exterior.

Para o presidente da ABAS, Everton Luiz da Costa Souza, “A realização de um evento desta magnitude suscita uma série de discussões que fazem com que o tema água seja profundamente debatido e soluções sejam encontradas para os problemas existentes”. De acordo com ele,  o evento também é um divisor de águas para o Maranhão; momento que o estado reflete sobre  importantes avanços, fundamentais à melhor gestão de seus recursos hídricos, investindo fortemente na capacitação de quadro técnico tanto do órgão gestor quanto ambiental.

De acordo com Rodrigo Cordeiro, da Acqua Consultoria, empresa responsável  pela organização do evento, são esperados cerca de 800 participantes, 250 expositores e 2 mil visitantes. As principais empresas do setor de águas subterrâneas, públicas e privadas, também já confirmaram presença na Fenágua, que ocorre junto com o congresso.  Everton Souza ressalta que esta edição deve ser novamente um marco para o setor no Brasil e uma grande oportunidade para troca de conhecimento, networking e negócios.
 
A programação completa esta disponível no site do evento:
www.abas.org/xvicongresso

fonte: ArtCom Assessoria

Anúncios