Com cerca de 100 km quadrados, a Ilha do Caku tem 35% de mangue, 23% de mata, 12% de dunas e 10% de banhado, uma composição perfeita para concentrar grande quantidade de espécies, sobretudo aves. Os Guarás são os que mais se destacam na paisagem.

A Ilha do Caju está localizada a noroeste do Delta do Rio Parnaíba , no município de Araioses (Maranhão), a cerca de 50 km da cidade de Parnaíba (Piauí), entre as 80 ilhas e ilhotas que formam o maior e único delta das Américas, em mar aberto.

No centro da Ilha estão os campos com os cajueiros, em parte naturais e em parte plantadas.

Daí veio o nome: Ilha do Caju.

Os jesuítas antes de abandonarem a Ilha, teriam enterrado ali um magnífico tesouro, que até hoje ninguém conseguiu encontrá-lo.

Mas, sumiu o ouro, ficou a natureza majestosa da Ilha do Caju, que vem sendo mantida como um santuário ecológico pelo esforço e dedicação de uma família de origem inglesa, que detém a posse da Ilha desde 1847, preservando ali um rico tesouro.

Cinco ecossistemas completos integram a ecologia da ilha: mangues, dunas, matas, campos e alagados de água salgada. Tal variedade faz dela não apenas um paraíso do turismo ecológico e de aventura, mas também um lugar privilegiado para se conhecer, numa área relativamente pequena, toda uma síntese da geografia brasileira.
Além de dunas, praias, rios e igarapés, o Delta do Rio Parnaíba é formando por extensas florestas de manguezais. O mangue é um dos ecossistemas mais ricos e vitais para o equilíbrio ambiental da zona costeira, onde a vida marinha se alimenta e se reproduz.

Os manguezais são considerados uma espécie de “maternidade do mar”. É neste ambiente povoado por plantas exóticas e animais curiosos onde camarões, caranguejos, mariscos e muitas espécies de aves e peixes encontram alimento em abundância e abrigo seguro para se reproduzir. Os manguezais também são muito úteis para o homem. É uma importante fonte de recursos alimentares e econômicos. São utilizados como fonte de extrativismo vegetal através do aproveitamento madeireiro das espécies e a extração do tanino, substância usada na curtição de couros, peles e na pintura das velas das embarcações. A explicação para a alta produtividade dos manguezais é simples: a grande quantidade de matéria orgânica que chega à baías e enseadas através das desembocaduras de rios pelas marés.

A vegetação constitui-se de basicamente três tipos de mangues:

# Mangue Vermelho – possui uma profusão de raízes, que apresentam pequenos orifícios chamados lenticelas por onde as plantas respiram;
# Mangue Negro – também conhecido como Siriba ou Siriúba, cresce onde a lama é mais firme e bem menos oxigenada, daí as raízes cresceram para fora em busca de ar;
# Mangue Branco – ocorre em terrenos mais arenosos, próximo à terra firme.

# Passeios na Ilha do Caju

Os passeios no interior da Ilha são feitos com o uso de jipes, tratores, cavalos ou jardineira e com a presença de guias nativos recrutados entre os próprios ilhéus, que conhecem cada detalhe do lugar.

Algumas curiosidades interessantes:

– As águas drenadas das dunas, que são formadas pelas chuvas, criam grandes lagoas habitadas por peixes de rio e por um grande número de jacarés. As vezes eles são capazes de subir e descer as dunas e chegar ao mar para pescar. Fazendo o caminho de volta rapidamente, pois, seu couro não suporta por muito tempo o contato com o sal. Quem estiver passeando pelas dunas pode dar de cara com um desses. Ou então, quem sabe até se você for mais corajoso, dar uma nadada ao lado de um jacaré!

– De fevereiro a junho acontece a caça aos caçadores. Não, isso não é uma brincadeira! O IBAMA apoia uma temporada de caça àqueles que se aventuram a matar os animais e destruir o meio ambiente. A idéia é muito boa e já está fazendo efeito. Quem se aventura??

# Passeios no Piauí

Luís Correia

Situa-se a 14 km de Parnaíba. Possui belas praias como a de Atalaia, que é a mais procurada pelos veranistas . Urbanizada , conta com hotéis , pousadas , bares e restaurantes . Julho é o período de alta estação . O acesso à Praia é facilitado pelo asfalto .

Praia do Coqueiro

Fica situada numa vila de pescadores e suas praias são formadas por águas calmas e mornas . Na maré baixa , os recifes formam ‘piscinas’ naturais , que são excelente para o banho . As mulheres da vila tecem as tranças de taboa (planta típica da região) os mais belos tapetes artesanais . acesso – asfalto .

Sete Cidades

O Parque está situado a 180 Km ao norte de Teresina, e paira a lenda de que a cidade teria sido construída por deuses astronautas. Isso porque existem algumas inscrições com traços indígenas, fenícios e até egípcios no conjunto de formações rochosas. Sete Cidades é formada por uma construção de rochas muito curiosa, distribuída em sete blocos, como se fosse uma cidade de verdade com suas ruas, praças e avenidas.

Serra Capivara

O Parque Nacional da Capivara, localizado ao Sudeste do estado do Piauí, foi considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. O objetivo é proteger os sítios rupestres e as extensas zonas de caatinga primária que formam um valioso centro de pesquisas específicas. O Parque abriga ainda a mais rica coleção pré-histórica das américas formada por abundante fauna fóssil, entre mastodontes, preguiças, lhamas e espécies vegetais da floresta tropical úmida; mostrando que a região teve uma paisagem completamente diferente no passado. Para os mais aventureiros a prática de turismo ecológico e cultural é muito recomendada assim como o alpinismo e o vôo livre. Quem gosta de programas mais leves pode fazer caminhadas de diferentes graus de dificuldade. O Parque da Capivara é o único da caatinga do Brasil e para visitá-lo é necessária a autorização do IBAMA. Na fauna encontramos roedores (o mais comum é o mocó), mamíferos, diversas espécies de tatus, sagüis, macacos prego, guaribas, onças, gatos do mato, 208 espécies de aves, lagartos e camaleões. Já a flora é composta por espécies espinhosas de cipós, cactáceos e bromeliáceas. A estrutura do Parque é bem desenvolvida e nela pode-se encontrar aeroporto, rede hoteleira e diversas estradas de acesso.

A ilha do Caju é mais um maravilhoso ecossistema presente no nosso país e que devemos conhecê-lo para cada vez mais preservá-lo.

Fonte: http://www.ilhadocaju.com.br

Anúncios