topo

Com apoio da Petrobras e das ONGs Conservação Internacional e The Nature Conservancy, foi criada a mais completa base de dados sobre a Mata Atlântica disponível na Internet – o GeoAtlântica, com dados de mais de 50 fontes
públicas e privadas. Administrada pelo Instituto BioAtlântica, a nova plataforma fornece acesso ao conhecimento sobre as atividades humanas e os recursos naturais no bioma mais ameaçado do Brasil, facilitando o
desenvolvimento econômico associado à conservação ambiental. As informações são combinadas e exibidas de acordo com o interesse do usuário, o que permite sua utilização por diversos públicos, como pesquisadores,
executivos, gestores públicos e estudantes.
O GeoAtlântica pode ser consultado no endereço eletrônico
www.bioatlantica.org.br/geoatlantica.

Anúncios