Foto da passarela Ecológica

Hoje a palavra sustentabilidade é muito utilizada nos ambientes corporativos,  capas das revistas, manchetes dos jornais, comerciais de televisão e até nas rodas de amigos, mas qual a origem do seu siginificado?

Sustentabilidade significa sobrevivência dos recursos naturais, dos empreendimentos e da própria sociedade, ou seja, utilizar um recurso natural de forma correta, no qual, contribua favorávelmente para o Meio Ambiente e tenha benefícios para sociedade, como benefício qualitativo e financeiro.

A Passarela Verde é um bom exemplo de sustentabilidade. Localizada próxima à ponte Eusébio atoso, na Zona Oeste, foi inaugura em Novembro de 2008, uma parceria da Prefeitura  e do Unibanco,

Este projeto engloba, além da passarela, as praças Eugente Boudin e Antonio Sabino.

A passarela foi reestruturada da seguinte forma. Recondicionaram a estrutura de ferro de uma antiga passarela existente no local e a usaram como base para nova. Um dos diferencias da passarela é o telhado verde, que é um teto coberto por plantas que retém as impurezas do ar e diminui o calor urbano.Para facilitar a manutenção, foram selecionadas espécies que aguentam a estiagem, como a estrelinha-gorda(sedum multiceps) e o dinheiro-em penca (Callisia repens).Sobrevivem até 4 meses sem chuvas.

O piso da passarela foi feito com pneu reciclado,o material custa mais caro, mas é ecologicamente mais vantojoso devido os pneus demorarem muito mais para se degenar na Natureza, outra vantagem da borracha é que ela proporciona maior conforto a quem trafega pela passarela.

Para facilitar o acesso da pessoas com dificuldade de mobilidade, a estrutura ganhou dois elevadores.O diferencial é que as laterais deles foram feitas com ecoplacas fabricadas a partir da reciclagem de tubos de creme dental.

A parte central recebeu uma cobertura de bambu e grama esmeralda que a deixou mais fresca.

A escolha do bambu visa despertar o interesse pelo material que é pouco usado, mas apresenta inúmeras vantagens: tem crescimeto acelerado, compensa rapidamente o consumo do carbono e é tão durável quanto a madeira, desde que tratado adequadamente. As suas sobras foram aproveitadas no guarda copo.

E para finalizar, na lateral forma instalados painéis decorativos confeccionados a partir de madeira de demolição.

 

Vale a pena visitar esta obra que além de melhorar o acesso da sociedade na região, propicia o bem estar ao Meio Ambiente

 

 

Fonte de Consulta

Revista Natureza

Anúncios