As matérias devem ter sido publicadas ou veiculadas entre 1º de abril de 2008 e 31 de março de 2009 e enviadas por correio até 24 de abril

A Aliança para a Conservação da Mata Atlântica – uma parceria entre as ONGs Conservação Internacional e Fundação SOS Mata Atlântica – está com inscrições abertas para a nona edição do Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica, que tem como objetivo promover o jornalismo ambiental no Brasil, incentivar a produção de reportagens sobre o assunto e reconhecer a excelência profissional de jornalistas que cobrem temas ambientais nas categorias Impresso e Televisão. O concurso, que tem patrocínio exclusivo no Brasil da Colgate-Palmolive por meio da linha de produtos Sorriso Herbal, terá as inscrições abertas até 24 de abril pelo site http://www.premioreportagem.org.br, por e-mail ou correio, sendo que as reportagens devem ter sido publicadas ou veiculadas no período de 1° de abril de 2008 a 31 de março de 2009.

As matérias impressas devem ser enviadas em formato Word, acompanhadas do original publicado. As reportagens de TV devem ser gravadas em DVD. O vencedor do primeiro lugar em cada uma das categorias irá participar de um evento internacional de conservação ou jornalismo ambiental. Os segundos e terceiros colocados em cada categoria receberão R$ 5.000 e R$ 2.500, respectivamente.

As reportagens devem tratar de regiões ou temas relacionados à  Mata Atlântica, que vão desde pesquisas científicas e seus resultados até sustentabilidade nas práticas agrícolas. O júri é formado por profissionais das áreas de comunicação e conservação ambiental, sem a participação de representantes das instituições organizadoras.

Em 2008, o Prêmio teve 72 inscrições na categoria Impresso e 44 na categoria Televisão. O jornalista Mauri König ficou em primeiro lugar na Categoria Impresso, com a matéria “Cem anos de resistência”, publicada no jornal Gazeta do Povo (PR) em setembro de 2007. E a reportagem vencedora na Categoria Televisão foi “Reserva sem lei”, apresentada por Bianca Vasconcellos e equipe do SBT Brasil, veiculada em março de 2008. Como premiação, ambos ganharam a participação no Congresso Mundial de Conservação (IUCN World Conservation Congress), realizado em outubro de 2008, em Barcelona.

Na Categoria Impresso, o segundo lugar ficou com Carlos Fioravanti pela reportagem “Semeadores de Florestas”, publicada na revista Pesquisa FAPESP, onde escreveu sobre as experiências de restauração da Mata Atlântica. O terceiro lugar ficou com Herton Escobar, pela matéria “A caminho da praia, Serra do Mar guarda riqueza em fauna e flora”, publicada no jornal O Estado de S. Paulo, abordando um pedaço de Mata Atlântica muito conhecido dos paulistanos.

Na categoria Televisão, o segundo lugar ficou com Aline Resende de Carvalho, com a equipe da Rede Minas de Televisão, pela reportagem “Riquezas da Serra do Brigadeiro”, que mostra a diversidade de espécies que vivem neste Parque Estadual, o histórico de devastação de áreas naturais para a retirada de minérios e outros recursos na região e também o avanço da ocupação urbana, enquanto a matéria “Assentamento x Mata”, que mostra a implantação de assentamentos de reforma agrária no entorno de áreas protegidas de Mata Atlântica, produzida por Beatriz Castro e equipe da TV Globo Nordeste (PE) e exibida pelo programa Nordeste, Viver e Preservar, ficou em terceiro lugar.

Esta iniciativa da Conservação Internacional realizada em 13 países é promovida no Brasil desde 2001 pela Aliança para a Conservação da Mata Atlântica em parceria com o Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ) e a Federação Internacional de Jornalismo Ambiental (IFEJ).

Aliança para a Conservação da Mata Atlântica – Parceria entre a Fundação SOS Mata Atlântica e a Conservação Internacional, a Aliança para a Conservação da Mata Atlântica existe desde 1999 e tem como principais atividades o Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica, o Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF Mata Atlântica) e o Programa de Incentivo às Reservas Particulares do Patrimônio Natural da Mata Atlântica.

Mais informações sobre o Prêmio: http://www.premioreportagem.org.br

CONTATO PARA ENVIO DAS INSCRIÇÕES
Marcele Bastos
Especialista em Comunicação
Conservação Internacional
Av. Getúlio Vargas, 1.300 – 7º andar
30112-021 – Belo Horizonte – MG
Tel. (31) 3261-3889
E-mail: m.bastos@conservacao.org

Anúncios