O Araguaia Shopping em parceria com o artista plástico João Caetano e com os representantes das entidades participantes do Fórum Goiano em Defesa do Cerrado realizam um Café com Prosa em defesa da PEC 115/150.

A Proposta de Emenda a Constituição (PEC 115/150) foi apresentada em 1995 e tem como objetivo garantir ao Cerrado e Caatinga, o status de “Patrimônio Nacional”. Na Constituição Federal de 1988 apenas a Amazônia, a Mata Atlântica e o Pantanal foram reconhecidos como “Patrimônio Nacional”, ficando de fora três biomas brasileiros: Cerrado, Caatinga e Campos do Sul, conhecido como “Pampas”. Se aprovada pelo congresso nacional, a PEC 115/150 garantirá ao Cerrado e a Caatinga mais recursos para o desenvolvimento de estudos, pesquisas e projetos que potencialize seus respectivos usos. Além de propiciar a contenção do desmatamento extensivo e a redução da degradação do solo, e minimização do assoreamento e contaminação dos rios.

Com a aprovação da lei é possível garantir a preservação e prática do desenvolvimento sustentável nesses dois biomas, além de manejos e zoneamentos para boas práticas na agricultura.

O Fórum Goiano em Defesa do Cerrado é formado por 47 instituições que lutam pela preservação das belezas do Cerrado. “O foco do nosso trabalho nesse momento é a aprovação da PEC. Entretanto, sabemos que apenas a aprovação não resolve, precisamos da conscientização da população. Por isso, trabalhos como o do João Caetano são tão importantes nessa luta”, afirma Altamiro Fernandes, responsável pelo Fórum.

Representantes do Fórum, como os produtores do Trilhas do Brasil, professores da UCG e UFG, e representantes do MDC e da CUT Goiás, estarão presentes no Café para discutirem sobre o tema. Na ocasião, os convidados ainda conhecerão novos quadros da exposição Retrospectiva de João Caetano, e irão degustar de alimentos naturais do Sabor NATIVO e de sorvetes do Frutos do Cerrado.

Participe, apóie essa causa e aproveite a oportunidade para deixar sua assinatura no abaixo assinado em prol da PEC que estará no local.

Por que Preservar?

O Cerrado e a Caatinga ocupam 1/3 do território nacional. O desmatamento hoje do cerrado é 2 vezes maior do que na Amazônia. Cerca de 80% do carvão vegetal consumido no Brasil vem das árvores do Cerrado. Ele é considerado o “berço das águas” por abrigar nascentes de importantes bacias hidrográficas da América do Sul: Platina, Amazônica e São Francisco. Sendo assim, a matriz energética brasileira depende das águas do Cerrado. Ele é ainda uma das regiões de maior biodiversidade do planeta.

Exposição Retrospectiva

A exposição nomeada Retrospectiva está localizada na loja 50 do Araguaia Shopping desde dezembro de 2008, e tem repercutido resultados tão bons de conscientização que continuará esse mês de fevereiro.

A exposição conta a trajetória do artista João Caetano por suas viagens Cerrado adentro. Estão expostas no local fotos inéditas de suas viagens pelo Cerrado, colagens de matérias de jornais que falam sobre sua carreira e negativos de fotografias feitas antes de João aderir à tecnologia digital. João Caetano inova na sua tradicional tarefa de conscientização da população para a preservação do Cerrado.

O espaço ainda conta com uma coletânea de cartões postais com fotos do Cerrado, camisetas personalizadas com as melhores fotos de João Caetano, artesanatos recicláveis, como carros de boi feitos de garrafa pet e sementes do cerrado. Os livros Ecos da Natureza e Cerrado: Conhecer para preservar, também estão disponíveis no local.

João Caetano é mineiro de origem e goiano de coração. Sua pesquisa tem sido de fundamental importância para a preservação do Cerrado Brasileiro. Em sua trajetória procura sempre envolver órgãos ambientais, escolas e universidades para trazer uma consciência de que é necessário conhecer para preservar. Sua Campanha Troncos, exposta em 2000, foi a 3ª mais premiada do mundo no ano de lançamento. Entre os prêmios recebidos destacam-se os dois Leões de Ouro no Festival de Cannes e o ouro no Festival de Nova Iorque e no Clio Alwards. Em 2001 foi premiado com a Comenda Altamiro de Moura Pacheco, concedida pela Assembléia Legislativa do Estado de Goiás, em reconhecimento por sua contribuição no cenário nacional.

Projeto Alerta

O projeto Alerta surgiu com o objetivo de fazer uma educação ambiental para a preservação do Cerrado brasileiro dentro de uma abordagem artística. Com a exibição das fotos do Cerrado busca sensibilizar as pessoas na luta pela preservação. Por meio de uma pesquisa artística introduz uma idéia inovadora com relação aos estudos técnico-científicos sobre o bioma Cerrado. O projeto iniciado em Goiás, já atinge todo o país, com as exposições e o trabalho feito junto às escolas e universidades. Tornou-se ponto de referência para a realização de eventos voltados para a Natureza e o Meio Ambiente. Hoje, envolve todas as áreas de pesquisa sobre o Cerrado, como o uso de plantas medicinais e novas formas de extrativismo, e de incentivo ao ecoturismo.

PEC Cerrado

No dia 26 de novembro de 2008, mais de 200 pessoas foram à Brasília em uma caravana organizada pelo Fórum Goiano em Defesa do Cerrado. A Caravana levou as 57 mil assinaturas obtidas em favor da aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 115/150. Essa Emenda reconhece o Cerrado e a Caatinga como patrimônio nacional. As assinaturas foram entregues ao ex- presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, com o apoio da Comissão do Meio Ambiente, do presidente da Frente Parlamentar Ambientalista, o deputado Federal Sarney Filho e do deputado Paes Landim.

O movimento que luta pelo reconhecimento do Cerrado como patrimônio nacional iniciou em outubro de 2007 e ganhou força com a criação do Fórum Goiano em Defesa do Cerrado. O deputado Pedro Wilson é o autor do PEC 115/150. O Fórum Goiano em Defesa do Cerrado continua mobilizando pessoas na luta pelo PEC e colhendo assinaturas em favor da aprovação da emenda.

Dia: 06/02/09 – Horário: 10h
Local: Loja 50 – Araguaia Shopping (Rua 44 Nº 399, Setor Central, Goiânia – GO)

Fonte: Patricia Mousinho
Informação, Comunicação e Educação Ambiental
(62) 9155-4877 – (21) 9429-5002
patricia.mousinho@gmail.com

Anúncios