Matéria de Rosana Telles

Sacolas ecológicas que transformam mãos que pedem em mãos que fazem. É desse modo que o Clube de Mães do Brasil trabalha, procurando inserir na sociedade aquele que vive à margem dela.

Além de fazer parte de um grupo de pessoas, que tentam rechaçar cada vez mais o uso da sacolinha plástica nos estabelecimentos comerciais, colaborando com o meio ambiente, a instituição capacita em sua oficina de costura homens e mulheres que fazem das ruas o seu abrigo.

As sacolas ecologicamente corretas são feitas de TNT, algodão cru e de retalhos que teriam como destino certo os aterros da Capital. Os tamanhos variam em P/M/G. São laváveis, e a durabilidade é de, no mínimo, oito meses para as de TNT, suportando até 12 quilos. As sacolas não descartáveis acompanham uma tendência planetária que visa substituir o uso desenfreado das sacolinhas plásticas. Na última semana, a Assembléia Legislativa aprovou o projeto de lei 534/07, que exigirá o uso da sacola não descartável no comércio.

História – O Clube de Mães do Brasil é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, que atua com educação ambiental para a sustentabilidade e educação não formal para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social. Sua missão é contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e ambientalmente saudável.

A instituição não recebe apoio financeiro dos governos, sendo a venda das sacolas, de brindes para empresas, bolsas, tapetes, entre outros produtos, sua única fonte de renda. Com o pouco que se transforma em muito, a presidente da entidade, Maria Eulina Hilsebenck, se desdobra para servir, diariamente, 50 refeições para outros moradores de rua, cursos profissionalizantes para jovens e adolescentes carentes e reforço escolar e atividades de recreação para 60 crianças de 3 a 12 anos.

www.clubedemaes.org.br
(11) 3822-3096 / 3662-1444 / 3532-0326
contato : Dimas Reis (11) 7271-3109

Anúncios